Mossoró Rio Grande do Norte


A cidade de Mossoró, localizada na região Oeste do Rio Grande do Norte, registra nesta noite de domingo, 01 de outubro de 2017,mais um crime de homicídio, o primeiro do mês e 176º do ano. 

Um popular identificado como José Nicodemos de Oliveira, de 49 anos de idade, foi assassinado em via pública, por volta das 22h30min, na Rua Souza Leão, nas proximidades do CAIC no Bairro Belo Horizonte. 

De acordo com a polícia, José Nicodemos trafegava em uma moto Bros, e ao chegar no cruzamento da rua em que morava, uma Rua sem nome, foi parado desconhecidos, baleado e morto com cinco tiros a maioria na região da cabeça. 

Para o delegado de plantão, José Vieira de Castro, que esteve com sua equipe no local, o crime até o momento é um mistério, uma vez que a vítima não tinha antecedentes criminais e segundo populares era uma pessoa bem relacionada no bairro. 

Segundo informações a vítima trabalhava na fabricação de tijolos, em uma olaria localizada as margens do Rio Mossoró, no Bairro BH. 

Policiais da Firça Tática do 2º BPM, foram acioandos e realizaram o isolamento do corpo até a chegada das equipes de plantão do ITEP e da Delegacia de Polícia Civil. 

Após os trabalhos de perícia, o corpo de José Nicodemos foi recolhido e encaminhado a sede do ITEP para fins de necropsia e em seguida será liberado para sepultamento. 

José Nicodemos de Oliveira, foi a 176ª vítima da Conduta Violenta Letal Intencional em Mossoró, neste ano de 2017. Mais um crime contra a vida, que será investigado pela Divisão de Homicídios.









                            



O assaltante e foragido da justiça da comarca de Parnamirim/RN, Wilton Carlos Mendes Torres, conhecido como "Wilton Bigode" de 25 anos, morador da Rua Otoniel Marques Guedes, no bairro Santo Antônio, foi morto em confronto com policiais militares, no final da noite deste sábado 30 de setembro de 2017, dentro da Ufersa em Mossoró no Oeste Potiguar. 

A ocorrência, segundo informações repassadas pela PM, teve início na Avenida Leste Oeste, quando o suspeito conduzindo um carro tipo Corolla roubado, tentou fugir de uma barreira da Polícia Rodoviária Estadual. 

De acordo com os policiais do 2º DPRE, o suspeito trafegava pela Avenida Leste Oeste sentido centro da cidade e ao avistar a Blitz fez uma manobra brusca e retornou, evadiu-se em alta velocidade. 

Houve perseguição e ao chegar em frente a Universidade Federal do Semi Árido (UFERSA), o suspeito bateu no canteiro central, abandonou o veículo e de arma em punho atirou contra a guarnição e ainda tentou se refugiar dentro da Universidade. 

Os policiais pediram reforço, uma vez que o suspeito estava armado e efetuando disparos contra a guarnição e de imediato, chegaram as VTRs, da área, do Fiscal de Operações,da Força Tática,da Policia Ambiental e do GTO. 

Ainda de acordo com os policiais,houve novo confronto e desta vez, o foragido foi baleado e socorrido pela própria polícia para o Hospital Regional Tarcísio Maia, mas não resistiu e morreu ao dar entrada na unidade hospitalar. 

A Polícia apreendeu em poder do foragido, um revolver calibre 30, o veículo Corolla, roubado no dia 25 deste mês na cidade de Baraúna, além de uma porção de maconha. 

Wilton Carlos Mendes Torres, responde processos na justiça, por roubo majorado,tráfico de drogas, homicídio qualificado e crime de trânsito. Contra ele ainda havia dois mandados de prisão em abertos, expedidos pelo judiciário. (VER PROCESSOS). 

O corpo do foragido será encaminhado ao Instituto Técnico e Científico de Perícia, onde será submetido a exame de necropsia e depois liberado para sepultamento.







Um duplo homicídio foi registrado por volta das 13h50min desta quinta feira 28 de setembro de 2017, na Rua Das Flores laranjeiras, no Conjunto Parque das Rosas, região do Santa Delmira em MOssoró no Oeste do RN. 

Dois homens, identificados como Francinaldo de Almeida Silva de 22 anos de idade, natural de Caraúbas/RN e Francisco Claudio Rodrigues Felipe de 32 anos, natural de Mossoró, foram brutalmente executados em via pública naquele bairro. 

Segundo informações de testemunhas, as duas vítimas caminhavam em via pública, quando foram surpreendidos por homens não identificados, que ocupavam um veículo de cor vermelha, que se aproximaram e passaram a atirar contras elas. 

Os criminosos usaram dois tipos de armas, para executar as vítimas, escopeta calibre 12 e pistola calibre 380. As duas vítimas tiveram suas cabeças esfaceladas em decorrência dos disparos de escopeta. 

Moradores do Parque das Rosas, relataram para a polícia, que Francisco Claudio era uma pessoa sossegada e não tinha envolvimento com ilícitos. Já em relação a Francinaldo, falaram que não conheciam o mesmo naquele bairro. 

O delegado da Divisão de Homicídios Dr. Rafael Arraes, esteve no local fazendo os primeiros levantamentos, disse que vai procurar familiares das vítimas, para tentar esclarecer os motivos das execuções e dar início as investigações. 

Moradores do bairro informaram à polícia, que os criminosos apsós executarem as vítimas, saíram do local efetuando disparsos de arma de fogo para o alto. 

Após a perícia realizada no local de crime, pela equipe do ITEP, os corpos foram recolhidos e encaminhados a sede do órgão, onde serão necropsiados e depois liberados para sepultamento. 

Com o duplo homicídio registrado nesta quinta feira em Mossoró, a cidade passa a contabilizar 174 assassinatos no ano. Nesse mesmo periodo de 2016 coincidentimente Mossoró registrava o mesmo número de homicídios, ou seja 174. 




Desembargador Expedito Ferreira presidente do TJRN


O resultado da reunião realizada ontem pelo desembargador e presidente do TJRN Expedito Ferreira de Souza e pelo desembargador João Rebouças na sede da OAB em Mossoró, para o projeto Ouvidoria Itinerante foi considerado satisfatório.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseção de Mossoró, através de seus membros, elaboraram quinze pontos de solicitações que foram discutidas e já respondidas na ocasião pelos desembargadores.

Entre os pontos solicitados e que já estão em andamento, segundo o TJRN podem ser citados a expedição de alvarás eletrônicos em até 30 dias, o que dará ampla agilidade para o recebimento dos honorários advocatícios. 

Além disso, também já estão sendo agilizados o aprimoramento do PJ-e, a instalação de aparelhos de ar-condicionado nas áreas comuns e corredores do Fórum e o empenho em regularizar os procedimentos de horários de atendimento, cobrando que os horários já estabelecidos em portarias, sejam cumpridos nos Fóruns, incluindo-se também atendimentos por telefone que eventualmente são negados, entre outras medidas de ajustes, visando melhorar a atuação tanto da Justiça Estadual quanto a resolução de problemas encontrados diariamente pelos advogados e advogadas no exercício da profissão.

“A ouvidoria do TJRN através dos desembargadores veio disposta a dialogar com os advogados e por isso consideramos que atendeu às nossas expectativas. Percebemos que muitos dos pontos levantados já estão em andamento e em breve, serão cumpridos e outros, teve do TJRN a afirmativa para se resolver”, reforça a advogada e secretária-geral da OAB Subseção de Mossoró, Bárbara Paloma.

Os quinze pontos solicitados ao TJRN foram formalizados em documento assinado pelos membros da diretoria da OAB Subseção de Mossoró. Para mais detalhes acesse





Mãozinha é suspeito de ter participação direta da morte de dois policiais, um policial civil e um policial militar, e é investigado pelo homicídio de outros 05 policiais. 

O crime mais recente ocorreu no dia 11 de agosto deste ano, após a data mãozinha empreendeu fuga do estado do Rio de Janeiro para o estado do Rio Grande do Norte, mais precisamente para a cidade de Serra de São Bento onde a sua esposa possui familiares. Ele estava sendo procurado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro e tinha uma recompensa de R$ 50.000 reais.

O policial civil Bruno Guimarães Buhler, conhecido como Bruno Xingu, foi a vítima de mãozinha no crime ocorrido no dia 11 de agosto, véspera do dia dos pais. Ele foi atingido durante um confronto em uma operação da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) na comunidade do Jacarezinho do estado do Rio de Janeiro. As investigações apontam que Mãozinha era um dos líderes do tráfico de drogas na região, ele atuava embalando drogas para a venda.

Desde a última quinta-feira as equipes policiais estavam em diligências procurando Mãozinha, culminando em sua prisão nesta terça-feira sendo dado o cumprimento dos dois mandados de prisão em aberto contra o seu nome. Ele foi conduzido ao estado do Rio Janeiro onde será encaminhado ao Sistema Prisional para ficar à disposição da Justiça.

Confira entrevista com "Mãozinha" e saiba mais sobre a prisão: https://youtu.be/b-cMkz1Z5Lo



Uma tentativa de homicídio por arma de fogo, foi registrada nesta noite de quarta feira 02 de agosto de 2017, na Rua Dom Helder Câmara no bairro Belo Horizonte em Mossoró, no Oeste do RN. 

A vítima, uma mulher identificada como Maria Luciene da Silva de 38 anos, residente na Rua primeiro de Abril, no BH foi alvejada com dois tiros, sendo um no braço e outro nas costas. Ainda não há informações precisas sobre a motivação do crime, nem a identidade dos responsáveis pelos disparos, que fugiram em seguida ao atentado. 

A mulher baleada foi socorrida por uma ambulância de suporte avançado do Samu para o Hospital Regional Tarcísio Maia. Segundo informações o estado de saúde dela é considerado grave. A Polícia Civil vai investigar o caso 




O Tribunal do Júri Popular de Mossoró, julgou e condenou nesta quarta-feira (02), mais um réu acusado de praticar homicídio na cidade.

O mecânico Marcos Vitor da Silva, de 22 anos, o "Vitor Botinha", foi condenado a 13 anos e 4 meses de prisão, sentença que será cumprida em regime fechado. Vitor Botinha participou diretamente do assassinato  de David Rodrigo da Silva, mas conhecido como "Dacola", ocorrido no dia 03 de maio de 2016, no bairro Aeroporto II.

Conforme a decisão, dada pelos sete jurados que formaram o Conselho de Sentença, Vitor Botinha pegou 12 anos de prisão por homicídio qualificado e 1 e 4 meses de prisão por usar um adolescente para praticar o crime contra a vítima.

Segundo consta no processo, o réu levou o adolescente numa moto até uma oficina de motos onde a vítima estava no bairro Aeroporto II e lá assistiu ao crime e deu fuga ao atirador.







O Tribunal do Júri Popular de Mossoró,julgou e condenou nesta terça feira primeiro de agosto, o réu Lucas Vinícius de Araújo Dantas de 20 anos, a 28 anos de prisão pela morte do garoto Luiz Luan Pereira da Costa que na época do crime tinha apenas 11 anos de idade. 

O crime, que chocou os moradores do bairro,ocorreu na madrugada do dia 17 de outubro de 2014, na Rua João Paulo II no bairro Belo Horizonte, Zona Sul de Mossoró. 

Os criminosos invadiram a casa de Luan e o executaram com tiros,cujo motivo, segundo a investigação policial, seria por que o pai do garoto havia reclamado com Lucas Vinícius, pois o mesmo estaria vendendo drogas próximo de sua residência 

Conforme a decisão final do Conselho Sentença,formado por sete membros da sociedade mossoroense, Lucas Vinícius foi condenado a 28 anos de prisão a ser cumprida em regime fechado na Penitenciária Mário Negócio em Mossoró. 

A acusação foi feita pelo promtor de justiça Armando Lúcio Ribeiro e a defesa foi feita pelo José Galdino da Costa. A sessão foi presidida pelo juiz Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros Medeiros.


Luan, 11 anos foi morto a tiros dentro de sua casa no BH 

Lucas Vinicius de Araújo Dantas primeiro acusado a sentar no banco dos réus

O Tribunal do Júri Popular passa a se reunir a partir de hoje (1º de gosto de 2017) para julgar 19 casos de homicídios e tentativas de homicidios, ocorridos nos municipios de Mossoró, Baraúna (1 caso) e Alexandria (1 caso).

Os julgamentos já estão acontecer no Salão do Tribunal do Júri Popular do Fórum Municipal Desembargador Silveira Martins, situado à  Rua Alameda das Carnaubeiras, 355, no bairro Costa e Silva, zona leste de Mossoró-RN.

Veja abaixo a lista de todos que serão julgados e os nomes de suas respectivas vitimas, além de um breve histórico da ocorrência. A maioria dos processos são do ano de 2011. Tem casos também de 2012, 2014, 2015 e 2016.

A convocação é do juiz Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros. Atuam nos casos representando o Ministério Público Estadual, os promotores de Justiça Armando Lúcio Ribeiro e provavelente Ítalo Moreira Martins.

O juiz Vagnos kelly informa que esta é a terceira reunião do Tribunal do Júri Popular na Comarca de Mossoró neste ano de 2017. Nas duas primeiras ocasiões foram julgados mais de 30 processos referentes a homicidios e tentativas de homicídios.

Além desta reunião, que começa agora de oito horas da mannhã e vai até o dia 15 de setembro, o juiz pretente convocar outras duas reuniões até o final do ano, provavelmente uma em outubro e outra no final de novembro e início de dezembro.

No Júri Popular, quem decide se o réu merece ser punido ou não pelo crime é a sociedade. Para que isto aconteça, o juiz convoca uma lista de mais de 30 pessoas da sociedade para, no dia do julgamento, sortear os 7 membros do Conselhos de Sentença que vão julgar cada um dos casos.

Segue a lista de réus, os dias que serão julgados, uma breve relato do Ministério Público Estadual do caso.
]
01156046220148200106 - 1 de gosto de 2017, às 8 horas.
Réu - Lucas Vinicius de Araújo Dantas
Vítima:                 Luiz Luan Pereira da Costa
"No dia 17 de outubro de 2014, por volta das 00h30min, na rua João Paulo II, casa nº 90, bairro Belo Horizonte, nesta urbe, o indiciado LUCAS VINICIUS DE ARAÚJO DANTAS, conhecido por "Gordo", facilitou a corrupção do adolescente MÁRCIO WIGNO MONTENEGRO DA SILVA, concorrendo diretamente para que este, matasse mediante disparos de arma de fogo, por motivos desconhecidos até o presente momento, utilizando-se de meio que impossibilitou as chances de defesa da vítima LUIZ LUAN PEREIRA DA COSTA, conforme Laudo de Exame Necroscópico de fls.05." (sic!)


01043372520168200106 - 2 de agosto de 2017, às 8 horas
Réu: Marcos Victor da Silva
Vítima:                 David Rodrigo da Silva
"No dia 03 de maio de 2016, por volta das 17h, na rua Anderson Dutra, Bairro Aeroporto, nesta urbe, o denunciado MARCOS VÍTOR DA SILVA, conhecido por "Vítor Botinha" ou "Vítor do BH", facilitou a corrupção do adolescente Francisco de Assis Bezerra da Silva, conhecido por "Boró", concorrendo diretamente para que este matasse mediante disparos de arma de fogo, por motivo torpe e mediante recurso que dificultou as chances de defesa, a vítima David Rodrigo da Silva".


0000083742011800106 - 3 de agosto de 2017 - às 10 horas
Réu: Alcemberg Gleyton Lima da Silva
Réu: Alex Medeiros dos Santos
Vítima:                 Jedson Douglas de Azevedo
Sem histórico online


00003366220118200106 - 8 de agosto de 2017, às 8 horas
Réu: Manoel Rocha Filho
Vítima:                 Ana Alves de Almeida
"No dia 26 de dezembro de 2010, por volta das 16:30h, na Comunidade Jucuri, Zona Rural de Mossoró, o denunciado Manoel Rocha Filho, agindo com animus necandi, tentou matar as vítimas Ana Paula de Almeida Teixeira Noronha e Ana Alves de Almeida, por motivo torpe e com diversos disparos de arma de fogo, e a denunciada Maria Gorete Bandeira Rocha instigou o denunciado a cometer estes crimes, consoante comprovam as declarações das vítimas e das testemunhas, bem como as demais provas contidas nos autos." (sic!) (Maria Gorete Não foi pronunciada para julgamento).


01017563720168200106 - 9 de agosto de 2017, às 8 horas
Réu: Franklin Claudiano Silva da Costa
Vítima:                 Anderson Pablo da Silva
"No dia 06 de junho de 2015, por volta das 23h, nas imediações da base da polícia militar, Bairro Paredões, Mossoró-RN, o denunciado Franklin Claudiano Silva da Costa, agindo com animus necandi, por motivo fútil, fazendo uso de arma de fogo, tipo revólver, tentou matar Anderson Pablo da Silva, não logrando êxito por circunstâncias alheias à sua vontade, pois apesar de ter alvejado a vítima duas vezes, os disparos não chegaram a atingi-la em nenhum órgão vital".


00010332220128200115 - 10 de agosto de 2017, às 10 horas
Réu: Regis Wagner Alves de Lima
Vítima: Uigna Medeiros Moura de Oliveira
Sem histórico online (segredo de Justiça)


01124348220148200106 - 15 de agosto de 2017, às 8 horas
Réu: Ítalo Israel Firmino da Costa
Vítima: Thaécio Sullyvan Soriano Rodrigues
"No dia 05 de agosto de 2012, por volta das 20h, nas proximidades da Igreja São Francisco, localizada no Bairro Belo Horizonte, Mossoró - RN, os denunciados FRANCISCO WELLINGTON RODRIGUES DA SILVA E ÍTALO ISRAEL FIRMINO DA COSTA, vulgo 'Ítalo Aleijado', em comunhão de desígnios, tentaram matar a vítima Thaécio Sullyvan Soriano Rodrigues, por motivo fútil, com vários disparos de arma de fogo, não se consumando o crime por circunstâncias alheias à vontade dos agentes, conforme atesta o Laudo de Exame de Lesão Corporal de fls. 86". (sic!)


00152486420118200106 - 16 de agosto de 2017, às 8 horas
Réu: Jefferson da Silva Sousa
Vítima:                 Antonio Magno de Souza Silva
"No dia 24/08/2011, por volta da 11h: 30min, na Rua Marinho Dantas, Bairro Belo Horizonte, Mossoró/RN, o denunciado Jefferson da Silva Sousa, em companhia do adolescente Alexandre Magnos de Souza Silva, por motivo torpe e utilizando-se de uma arma de fogo tipo revólver, matou a vítima Antônio Magnos de Souza Silva, como atesta o laudo de exame necroscópico de fls.25".


00000915120118200106 - 17 de agosto de 2017, às 8 horas
Réu: Francisco Barboza
Vítima:                 Francisco Francivan de Lima Oliveira
"No dia 08/01/2011, durante a madrugada, no interior de um galpão localizado no projeto de Paulo Cabral, na Vila Maísa, Zona Rural de Mossoró/RN, o denunciado Francisco Barboza, tentou matar a vítima Francisco Francivan de Lima Oliveira, com golpes de arma branca do tipo faca, por motivo torpe e em circunstâncias que impossibilitassem a defesa da vítima." (sic!)


00154989720118200106 - 22 de agosto de 2017, às 8 horas
Réu: Charles e Gaulle Oliveira
Vítima: Maria Célia Fernandes de Oliveira
"Consta nos autos que no dia 28 de outubro de 2011, por volta das 09:15 horas, na Rua Joaquim Afonso, n° 10, bairro Planalto 13 de Maio, nesta cidade, o denunciado CHALES DE GAULLE OLIVEIRA, agindo com animus necandi, tentou contra a vida da vítima MARIA CÉLIA FERNANDES DE OLIVEIRA, mediante o uso de arma branca tipo faca, por motivo torpe e de forma que dificultou as chances de
defesa desta".


0103275472016820106 - 23 de agosto de 2017, às 8 horas
Réu: Erinaldo Nogueira de Lucena
Vítima:                 Francisca Edna da Silva
"No dia 22 de abril de 2016, por volta das 02h20min, na rua Terezinha da Conceição, nº 60, Bairro Sumaré, nesta urbe o denunciado ERINALDO NOUEIRA DE LUCENA, conhecido como 'Naldinho', agindo com animus necandi, de modo a impossibilitar as chances de defesa da vítima e por razões de condição de sexo feminino consubstanciada na violência doméstica, fazendo uso de arma de fogo tipo revólver, calibre 38, com numeração ou sinal de identificação suprimido, matou sua companheira ao tempo dos fatos Francisca Edna da Silva, de acordo com o Laudo de Exame Necroscópico de fl. 21-v dos autos inquisitoriais em epígrafe”.


00117851720118200106 - 24 de agosto de 2017, às 8 horas
Réu: Carlito Agostinho de Oliveira
Vítima: Marta Maria de Oliveira Freire
“No dia 19 de junho de 2011, por volta das 16h00min o denunciado Carlito Agostinho
de Oliveira tentou contra a vida de Marta Maria de Oliveira Freire, mediante o uso de arma branca, tipo faca, por motivo fútil e de forma que dificultou qualquer chance de defesa para a vítima.”


00041317620118200106 - 29 de agosto de 2017, às 8 horas
Réu: Alan Carlos Soares Xavier
Vítima:                 Roberto Dinamite de Aquino
Sem resumo da denúncia do MPRN


00043941120118200106 - 30 de agosto de 2017, às 8 horas
Réu: Ramom Barbosa da Silva
Vítima:                 Gutemberg Monteiro Júnior
“No dia 12 de março de 2011, o denunciado RAMON BARBOSA DA SILVA, por motivo fútil e mediante recurso que dificultou defesa da vítima, matou a pessoa de Gutemberg Monteiro Júnior, nesta urbe, conforme denúncia do RMP às fls. 02/04.”


00058404920118200106 - 31 de agosto de 2017, às 10 horas
Réu: Maria Janicleide da Silva
Vítima:                 Verberney Fernandes de Castro
"No dia 08 de março de 2011, por volta da 13h, na Rua Farmacêutico Edgar Julião, Bairro Quixabeirinha, nesta cidade, a denunciada Maria Janicleide da Silva, conhecida como "Branca" vulgo, agindo com animus necandi, na qualidade de partícipe, acompanhada do menor infrator FRANCISCO EMANUEL FERREIRA DA SILA, concorreu diretamente para o homicídio da vítima VERBENEY FERNANDES DE CASTRO, mediante recurso que impossibilitou a sua defesa, com diversos disparos de arma de fogo, conforme atesta o Laudo de Exame Necroscópico de fls.
10".


00123611020118200106 - 5 de setembro de 2017, às 8 horas
Réu: Leonardo Tomaz de Aquino
Vítima: Claiton Tiogo Freitas
"No dia 09/05/2010, por volta das 14:00hr, na esquina da Rua Juvenal Lamartine, próximo à Travessa Luiz Colombo, Bairro Santo Antônio, nesta cidade, o denunciado LEONARDO TOMÁZ DE AQUINO, conhecido por "Leo", matou por motivo torpe, mediante emprego de arma de fogo, a pessoa CLAITON TIEGO FREITAS, conforme Laudo de Exame Necroscópico de fls.14."


00064363320118200106 - 6 de setembro de 2017, às 8 horas
Réu: Givanilson Duarte Leite
Vítima: Semy Felício dos Santos
"No dia 02/05/2011, por vota das 21:00 horas, na Rua Manoel de Souza, 530, conjunto Vinght Rosado, Mossoró-RN, o denunciado GIVANILSON DUARTE LEITE, agindo com animus necandi e utilizando-se de uma arma de fogo tipo revólver de marca Taurus, calibre 38, n° de série KL544625M, tentou matar a vítima SEMY FELÍCIO DOS SANTOS."


00000956220008200110 - 12 de setembro de 2017, às 8 horas
Réu: Francisco Guedes de Oliveira
Vítima: Sebastião Jácome de Oliveira, Jogo
Consta na Denúncia do MPRN, que na manhã do dia 20 de janeiro de 2000, o pecuarista Francisco Quedes de Oliveira, conhecido por Chiquinho Guedes, contratou os pistoleiros José Nilson da Silva (já condenado), José Delano Diógenes (absolvido) e Adenalton Pereira da Silva, e matou, fazendo uso de armas de fogo, o então presidente da Câmara Municipal de Alexandria, Sebastião Jácome de Oliveira, conhecido por Jogo de Tião.


0115604622014820106 - 15 de setembro
Réu: Rafael Mariano Ribeiro
Réu: Wesley Patrick Ribeiro de Souza
Vítima:                 Luiz Luan Pereira da Costa
"No dia 17 de outubro de 2014, por volta das 00h30min, na rua João Paulo II, casa nº 90, bairro Belo Horizonte, nesta urbe, o indiciado LUCAS VINICIUS DE ARAÚJO DANTAS, conhecido por "Gordo", facilitou a corrupção do adolescente MÁRCIO WIGNO MONTENEGRO DA SILVA, concorrendo diretamente para que este, matasse mediante disparos de arma de fogo, por motivos desconhecidos até o presente momento, utilizando-se de meio que impossibilitou as chances de defesa da vítima LUIZ LUAN PEREIRA DA COSTA, conforme Laudo de Exame Necroscópico de fls.05." (sic!)


A Polícia Militar através do 2º Departamento de Polícia Rodoviária Estadual, com apoio da Rocam apreenderam quase meia tonelada de maconha nesta segunda-feira (31), na BR 304, em Mossoró. A informação foi confirmada pelo Capitão Lima, Comandante do 2º DPRE. 

Os policiais narraram que estavam patrulhamento pelas imediações da BR 304, quando perceberam uma Saveiro em deslocamento suspeito e passaram a seguir o veículo. O motorista do veículo percebeu e começou a perseguição.

Ao se aproximar do trevo de acesso ao município de Upanema, pela BR 110, o motorista bateu a Saveiro na mureta que separa as pistas, saiu do veículo rapidamente, atravesou a pista e fugiu entrando no Conjunto Liberdade.

Os policiais fizeram o retorno perto do Posto da Polícia Rodoviária Federal, saída para Natal, e quando retornaram ao local que o motorista da Saveiro havia entrado no conjunto, não o encontraram mais. Na vistoria ao veículo, encontraram a droga toda a condicionada em tambletes.

O material ilícito foi levado para a Delegacia Especializada de Narcóticos (DENARC), que atualmente funciona no mesmo prédio da Delegacia Regional de Polícia Civil e também da Divisão de Homicídios e Defesa a Pessoa, no Centro de Mossoró-RN.

As guarnições que fizeram a apreensão era comandas pelos Cabos PMs Sales (Trânsito) e Reinaldo (Rocam). Reinaldo estava com os cabos Renato e Dutra. A guarnição do trânsito estava com o Cabo Assunção. Eles contaram que pediram reforço e fizeram buscas no Liberdade, mas não encontraram o suspeito.





O taxista Everaldo Zuza que estava desaparecido desde o último dia 27 em Mossoró, foi encontrado morto, nesta manhã de domingo 30 de julho de 2017, as margens da BR 405 a 500 metros da comunidade de Jucuri na zona rural de Mossoró.

O corpo já em avançado estado de putrefação, foi encontrado pelo Grupo Tático Operacional (GTO), após prender o principal suspeito do crime.

Cristiano Washington Moreira Costa foi preso em uma residência, onde estava o carro da vítima, na Avenida Alberto Maranhão, no bairro Barrocas, juntamente com outras duas pessoas e após conversar com os policiais, resolveu confessar o crime e mostrar o local onde estava o corpo.

De acordo com o perito criminal do ITEP, Dr. Otávio Domingos, o taxista foi morto no local com cutiladas de faca peixeira há cerca de três dias. Foram visualizadas perfurações de arma branca nas regiões do pescoço, tórax e abdômen.

A vítima foi encontrada no local só de cueca e camisa. A calça foi localizada a cinco metros do corpo. A perícia acredita que o assassino teve ajuda de outro criminoso para matar a vítima.

O corpo de Everaldo foi removido pela equipe do ITEP para a sede do órgão onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento.

Três suspeitos do crime estão presos, mas segundo o Dr. Evandro dos Santos, delegado de plantão,o caso ainda não está encerrado,pois há possibilidade de haver mais gente envolvida no latrocício e a Delegacia de Furtos e Roubos, vai dar andamento nas investigações.

Everaldo Zuza foi a 145ª vítima da Conduta Violenta Letal Intencional registrada em Mossoró neste ano de 2017.



Cristiano, o "Buda" confessou o crime e mostrou o local onde estava o corpo do taxista





     DA ASSESSORIA DEGEPOL RN


Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor-RN) apreenderam, neste sábado 29 de julho, explosivos e armas de fogo, utilizados por uma quadrilha em assaltos à instituições bancárias. 

O material foi encontrado em uma residência na cidade de São José do Mipibu, onde estavam os suspeitos pela explosão, ocorrida na madrugada deste sábado, de duas agências bancárias e dos Correios nos municípios de Belém e Malta, localizados no estado da Paraíba. 

Os policiais da Deicor receberam a informação, por um colaborador, de que a quadrilha estaria planejando um roubo neste sábado no estado do Rio Grande do Norte ou no estado da Paraíba e que em seguida fariam caminho para a cidade do Natal. Com a ocorrência do roubo na Paraíba, foram realizadas diligências e campanas nas estradas para encontrar os foragidos no Rio Grande do Norte. Veículos da mesma descrição que os utilizados no roubo foram encontrados e seguidos pelos policiais até adentrarem em uma granja localizada em Taborda, na cidade de São José do Mipibu. 

Os policiais formaram um cerco em torno do terreno do sítio para evitar fugas e efetuar a prisão da quadrilha. Os integrantes da quadrilha iniciaram confronto armado com a polícia, conseguindo quebrar o cerco e fugir. Dois deles acabaram sendo atingidos e deixados para trás. Os dois feridos foram socorridos mas não resistiram aos ferimentos e vieram a óbito. Os corpos ainda não foram identificados. 

No sítio foram encontrados diversos materiais utilizados nos crimes de roubo à instituições bancárias. A quantidade encontrada de explosivo era o suficiente para causar explosões em até 200 agências, sendo encontrados trezentos e cinquenta espoletins, nove tubos nonel, quatro emulsões encartuchadas, uma carga tubular, quarenta e um estopins, vinte e cinco quilos de ANFO e um carretel de cordel NP5. Acredita-se que grande parte do material explosivo tenha sido tomado em um roubo à uma pedreira no dia 09 de julho na cidade de São Gonçalo do Amarante. 

De armas e munições foram apreendidos 05 pistolas taurus01 revólver taurus, 01 espingarda combat, 02 fuzis, 11 carregadores calibre 5.56mm, 02 cartuchos de calibre 5.56 e 619 munições de diversos calibres. Também foram apreendidos uma quantia de aproximadamente 40 mil reais, sendo a maioria manchada de tinta rosa pelos mecanismos de marcação de notas roubadas instalados nas instituições atacadas, dois carros e uma moto. As investigações e diligências continuam para encontrar os foragidos.




A Polícia Militar, conseguiu durante esta madrugada de sábado 29 de julho de 2017, abortar um ataque a uma instituição financeira no litoral do Rio Grande do Norte.

O ataque possivelmente seria na cidade de Montanhas, localizada no litoral Sul do estado, mas os bandidos foram surpreendidos por policiais do 8º Batalhão e das bases de Pedro Velho e Montanhas, que evitaram o crime.

Os Bandidos ocupando um veículo tipo Chevrolet Prisma de cor branca entraram na cidade,preparados para a ação criminosa, quando se depararam com guarnições da PM e empreenderam.

Houve acompanhamento por parte dos policiais e na perseguição em uma estrada carroçável o condutor do Prisma perdeu o controle da direção e acabou capotando o veículo, mas os bandidos conseguiram fugir a pé pelo matagal e apesar das buscas não foram localizados.

Dentro do carro os policiais encontrados, Um fuzil cal. 7,62, de alto poder de fogo,além de Bananas de dinamites, 01 colete balístico,  02 capuzes e outros objetos utilizados para investidas em caixas eletrônicos.